• Home
  • /
  • Destaques
  • /
  • FOTOS HISTÓRICAS: Os 116 anos do nascimento de Padre Jesus e suas histórias em Serra Talhada

FOTOS HISTÓRICAS: Os 116 anos do nascimento de Padre Jesus e suas histórias em Serra Talhada

 

Padre Jesus e Luiz GonzagaFoto de Padre Jesus, Luiz Gonzaga e Zé Marcolino

Em 18 de dezembro de 1904, nascia no Distrito de Cereso, região de Burgos, Espanha. Jesus Garcia Riaño, o Padre Jesus. Ele chegou ao Brasil no dia 5 de junho de 1933, indo servir no Bispado de Barra do Rio Grande, no Sertão do São Francisco, na Bahia.

Após passar pelas paroquias de Pesqueira e Pedra, na região do Agreste de Pernambuco, foi transferido para a paróquia de Nossa Senhora da Penha, na então Vila Bella, em 18 de dezembro de 1936, exatamente no dia em que completou 32 anos de idade.

Padre Jesus ficou à frente da paroquia de Nossa Senhora por 54 anos. Em 1990, em função dos problemas de saúde, Padre Jesus foi substituído pelo então Padre Egídio Bisol, hoje Bispo da Diocese de Afogados da Ingazeira.

O Monsenhor Jesus Garcia Riaño, faleceu 12 de outubro de 1991 – dia da padroeira do Brasil – aos 86 anos. No dia seguinte foi sepultado na Matriz de Nossa Senhora da Penha.

PADRE JESUS

Foto de Padre Jesus

Além de evangelizar, Padre Jesus participou ativamente da vida social de Serra Talhada, prestando relevantes serviços, entres eles a construção da Escola Cornélio Soares (o antigo Industrial) e do Colégio da Imaculada Conceição (Escola Normal), além de oito capelas na zona rural da cidade.

No entanto, um de seus maiores legados foi o de conduzir o termino da construção da atual Igreja de Nossa Senhora da Penha, o majestoso templo foi inaugurado em 1953, vinte e oito anos após o início das obras.

Homem de personalidade forte e de atitudes firmes, Padre Jesus marcou a história da cidade de forma singular, ao ponto de muitas histórias que evolvem o seu nome acabarem se tornando fatos de domínio público, uma espécie de “contos folclóricos”.

537394_114996152032986_1912449592_n

Umas das histórias mais comentadas pelos mais antigos moradores da cidade diz respeito ao fato de que antes das missas a primeira fila de cadeiras da Igreja Matriz era sempre reservada para aqueles que doassem as maiores contribuição. Porém, alguns desinformados acabavam sentando nos assentos pré-selecionados, sendo imediatamente convidados pelo vigário a sentarem em outro lugar.

Outra história bastante comentada é relacionada a uma antipática surgida entre o espanhol e Frei Damião. A origem da celeuma estaria no fato de que Frei Damião quando passava pela cidade realizando as suas conhecidíssimas “missões” – uma das primeiras foi realizada em 1953 -, acabava recebendo a maior parte das doações dos paroquianos, deixando a Igreja de Nossa Senhora da Penha com muito pouco para manter as despesas de manutenção e para as atividades pastorais.

Lia Lucas com Frei Damiao-1

Frei Damião em visita a Serra Talhada sendo servido por Lia Lucas

Após a desavença o Frei capuchinho não voltou mais a Serra Talhada, um dos últimos registros de sua passagem pela cidade são da década de 1970. Verdade ou não os relatos, o certo é que Padre Jesus merece ser reconhecido pela importante contribuição para o desenvolvimento da cidade, que incluiu não as questões as religiosas, mas também os valores morais, culturais e educacionais que ele nos ensinou.

Deixe seu comentário