DOCUMENTOS HISTÓRICOS: Saiba quando Luiz Lorena esteve na Alepe

Por Paulo César Gomes, professor e pesquisador Mestre em História pela UFCG
A foto acima é do ex-prefeito e historiador Luiz Lorena, falecido em 26 de fevereiro de 2009, aos 83 anos, em Serra Talhada. Nascido no dia 1º de janeiro de 1926, na fazenda Quebra-Unha, em São José do Belmonte, Luiz Lorena era filho de dona Jacinta Pereira de Sá e de Antônio Conrado de Lorena e Sá, este filho do coronel Isidoro Conrado, ex-prefeito de Belmonte.
Luiz Lorena só veio residir em Serra Talhada em 1936 (aos 10 anos de idade) onde seu pai, Antônio Conrado, havia colocado uma casa comercial. Foi prefeito de Serra Talhada por três vezes.
Com a triste notícia do falecimento de Antonio Policarpo de Andrada, o popular “Seu Madeira”, que foi vice-prefeito de Luiz Lorena, entre os anos de 1955 e 1958, setores da imprensa serra-talhadense questionaram o fato de Luiz Lorena ter renunciado ao cargo de prefeito para ser candidato a deputado estadual em 1958, dando lugar a ‘Seu Madeira’.
O primeiro grande relato sobre o assunto foi feito pelo escritor e deputado estadual Luiz Wilson, na página 213, do livro “Serra Talhada 250 anos de História – 150 anos de Emancipação Política”, de autoria do próprio Lorena. “Candidato a deputado Estadual, ficou na suplência, assumindo por certo período uma cadeira na Casa Joaquim Nabuco (1962 ou 1963)”, atesta a obra.
Na eleição de 3 de outubro de 1958, 6.607 serra-talhadenses votaram, sendo que houve abstenção de 16%. Além de Luiz Lorena (PRT), disputaram aquela eleição representado a cidade, os deputados Argemiro Pereira e Methódio Godoy.
Em 23 de julho de 1959, o Diário de Pernambuco informava que o ex-prefeito havia sido convocado para assumir uma cadeira na Assembleia Legislativa por 90 dias, mas ele acabou optando por não assumir.
Passados quase quatros anos da primeira convocação, Luiz Lorena volta a ser notificado pela pelo Presidente da Assembleia de Pernambuco, em 02 de fevereiro de 1963.
Já no dia 19 de fevereiro ele já apareceu como Deputado Estadual, só que ausente. Naquele mesmo ano, ele acabou sendo eleito prefeito da cidade e exerce seu último mandado. A narrativa apresentada pelo blog, busca por luz sobre a história da cidade e de seus personagens, reforçando assim, a busca pelos detalhes até pouco esclarecidos, mas que merecem ser destacado.
Não se sabe muito sobre a atuação do ex-prefeito Luiz Lorena como deputado, até porque foram por poucos dias. O certo é que foi a sua decisão de concorrer a um mandato de parlamentar, que possibilitou que Antônio Policarpo de Andrada, o nosso saudoso “Seu Madeira”, entrasse para a história como prefeito de Serra Talhada.

Deixe seu comentário